quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Casa do Escritor: Roda Mundo Solitário

Casa do Escritor

Tenho a honra de trazer hoje mais um texto da minha querida amiga cantora e escritora Suzana Martins, dona do blog Entre Marés!

Acompanhe a leitura com a belíssima música do Chico Buarque (Roda-Viva). Clique no player logo abaixo. Bons devaneios!

 Roda Mundo Solitário
Crédito: Google Imagens

Roda Mundo Solitário

Despi-me de toda aquela alegria infame e cheia de hipocrisia. Rasguei aquele sentimento tão puro e tão falso. Deixei que brotasse dos meus olhos aquela enxurrada de lágrimas que prometi serem as últimas. Foram tantos sentimentos misturados que me vi numa roda-gigante em movimento. Lá do alto observava momentos que estavam tão pertos de mim, mas quando chegava lá no chão eles se tornavam longínquos, era como estar numa roda-viva.

Os piões giram num quadrado circunflexo e o mundo dá voltas numa linha paralela distante de toda essa realidade. Mundo solitário feito de um redemoinho que devasta todas as minhas alegrias. São tempestades cravadas num peito que sangra longe e ninguém sente. As minhas solidões só eu entendo, o meu mundo é uma roda-viva indecifrável.

E essa roda-gigante sem parque de diversões, solitária em mundos distantes, sobe e desce sonhos inadiáveis que pedem tempo oval para serem realizados. Cheios de náuseas, eles são vomitados de baixo para cima e tentam entender os giros que são retangulares... "Rodamoinho, roda-gigante... o tempo rodou num instante nas voltas do meu coração..."

Faço círculos para tentar entender o porquê dessas confusões que transformam as minhas solidões tão imperceptíveis. São círculos distantes, sem luzes, sem brilho que me deixam completamente tonta e sem forças para carregar a saudade e a distância existentes entre mundos que giram e nunca se encontram.

(Texto escrito por Suzana Martins (Entre Marés), 10/12/2008)

flor

Breve biografia da autora:

Suzana Martins:
Suzana Martins

Nasci em Itamaraju (sul da Bahia), cresci em Vitória da Conquista (sudoeste baiano), estudei no Rio de Janeiro  e atualmente estou em Porto Seguro na Bahia mais precisamente onde começou o Brasil. É aqui que eu tenho me dedicado as transformações da minha vida, é onde eu me divirto, onde eu choro, onde vejo o mar e onde aprendi a voar.

Já passei por muitos lugares no Brasil, já conheci muita gente e por onde passo sei que deixo saudades, da mesma maneira que sinto. Acho que meu nome deveria ser SAUDADE, é o que sinto de tantas pessoas, de tantos lugares, sinto falta até de lugares que nunca fui... Só sei que sinto saudades.

Creio que essa vontade compulsiva que eu tenho de escrever seja fruto dessas saudades, dessas vontades e da inspiração de cada lugar por onde eu passei. Gosto de sentir a poesia correndo pelo corpo... qualquer imagem, gesto, música, sorriso torna-se motivo para escrever, amo essas sensações e são elas que me inspiram, transformando a minha vida em uma grande canção poética.

flor

26 Recado(s). Após o sinal, deixe o seu!:

Su

Juquinha,
muito obrigada, viu?!! \o/\o/
É um prazer ter um texto meu aqui!
Parabéns, sempre, pela oportunidade e iniciativa!!
Beijooos \o/

Juca

Acho que, no meu caso, tenho doses diárias desse turbilhão de emoções que nos faz girar sem rumo, sem destino pré-estabelecido. Simplesmente, uma imensa vontade de andar, andar, andar... Não importa o destino, mas sim partir, descobrir novos mundos.

Su, eu que agradeço por abrilhantar esta humilde coluna semanal! Parabéns pelo texto! Quando quiser, já sabe, só mandar mais! \o/ \o/

Beijos!

Carol

Acredito que não tenha sido cronometrado, mas levei o tempo certo da musica pra ler o pôster. Amei tudo! Sou fã dessa moçoila que tem cheiro de maresia, só não sei preferi o primeiro ou o segundo texto, vou ficar com os dois, o segundo tem muito de mim, vou guardá-lo e se a autora permitir, futuramente publica-lo.
Beijo meus queridos!

Juca

Obrigado, Carolzinha, pela visitinha! Olha, eu gostei dos dois, se está se referindo àquele que ela e a Du escreveram juntas! Os dois textos me fizeram "viajar"! :-)

Beijão!

LUCAS DE OLIVEIRA

Essa Su escreve muito. Sabe usar as palavras.
Juca, muito boa a idéia de pegar um texto dela e colocar aqui.

Gostei da música tbem!

abraços aos dois!

Camila

Juquinha, você se esqueceu de mencionar que ela é pintora também... Heheheh... E olha aí, uma tela de palavras em forma de roda da vida. Su, você é artista nata e transforma tudo que escreve em poesia. Texto lindo, um tanto triste, mas quem disse que não há beleza na tristeza? Se alguém disse isso, precisa ler você, Susinha!

Parabéns por mais essa ótima participação aqui.
Juquinha, você sempre trazendo textos maravilhosos.

Um beijo grande pra vocês dois!

Su

Juquinha,
mais uma vez obrigada pela oportunidade, de coração! Estou muito, mas muito feliz messsmo de está aqui!!! Obrigada!!

Cacau,
Você é um amor, viu?!! Obrigada pelas lindas palavras de carinho!
Gostei desse negócio de "cheiro de maresia" rsrsrs.... adooorei!!
E quanto ao texto, pode ficar a vontade! Ele é nosso!! Qualquer um que vc gostar, tá?!!
Beijãoo....

Lucas
Obrigaada, Lucas! Vc é um cara muito legal, viu?!!

Camilinha,
Obrigada seempre pelo apoio viu?! Fiquei emocionada com as suas palavras!!
Pintora ainda não, Camilinha!! Tô fazendo aula ainda... heheheheheehehe....
Textos nostálgicos podem soar tristes ou com sentimentalidades infidáveis que lá no fundo tem uma alegria que quer dá um salto... Confusos... Cheios de metáforas.... rs...
Obrigada, Flor!
Beijooos...

Lorena

Meu Deus, Suzinha... É uma das coisas mais lindas que eu já li/senti, porque foi tudo misturado. Fiquei muito emocionada com o quadro conotivista que você desenhou com as suas palavras... E o acompanhamento dessa música maravilhosa deixou tudo ainda mais lindo! Lindo mesmo, Su, eu amei!

Roda-viva é a vida de todo mundo... Ela carrega o presente e deixa o mundo de cabeça pra baixo, sempre.

beijos, Su, parabéns pelo texto incrível! E beijos pro Juca tb, por abrir o espaço para a artista. =)

Iarinha

É incrível como me sinto bem no seu blog!Sério!Parabéns mesmoo..Gostaria muito de ter um poema meu postado aqui;meu blog é pouco conhecido.Beijão e tenha ótimos dias. ;)

Su

Lolli,
Que bom que vc gostou desse texto e obrigada pelos elogios.
Engraçado que qndo eu comecei a escrever essas palavras eu olhei apenas uma imagem e pronto, saiu... Foi um texto rápido e tinha sim uma roda-viva de sentimentos embutidos nele... mas foi um texto tão, tão... sei lá... simples...
Mas que bom que gostastes!
Beijão, Flor!!!

Iarinha,
O blog do Juca é um lugar maravilhoso de está, é um lugar que é nosso. E eu tenho certeza que se vc mandar um de seus poemas pra ele, com certeza será publicado!!!
Clique no banner da casa do escritor e saiba como faz!!
Beijos pra vc!!!

Su

Ah, Lolli quase que eu esqueci...
Essa música é mesmo um encanto, é uma roda-viva... tenho a sensação que estou girando quando a escuto.

Vanessa

Juca, virei fão dessa sua inciativa e não perco mais nenhum. Visitarei o blog da Suzana que escreve tão lindamente.

Deixei um meme pra vc lá no Fio hoje.

bjs

Suzana Sotero

Susu, que lindo esse seu poema. Mais uma vez cheia de inspiração, como já disseram você é uma artista, canta,escreve e pinta. Continue transcrevendo para o "papel" todas essas sensações que tão sabiamente se encaixam nas estrofes e paragrafos dos seus poemas e textos. parabenss flor!
bjaoo

Su

Vanessa,
Muito obrigada querida! Será muito bem-vinda lá no meu Porto!!
Beijos..

Sussu,
Obrigada, Flor!!
Eu tento traduzir esses sentimentos e me sinto tão feliz quando alguém se identifica, ou gosta do que ler. É isso que me deixa viva, sabe?! Porque na maioria das vezes eu acho que falta alguma coisa do texto, é raro eu me apaixonar por um texto meu. Mas ai vem vcs e diz que está ótimo, então eu fico feliz!!
Obrigada, lindona!
Beijos

Du

Minha vida é uma roda viva, roda gigante do meu coração! Um coração que gira, gira, gira e sempre para no mesmo lugar, no tempo do amor...

Já te falei que gostei muito do texto, né? Foi um privilégio ter lido antes mesmo da publicação! Que venham outros textos assim, inspirados numa imagem tão simples e ao mesmo tempo, tão repleta de significados!

Beijão pra você, minha irmãzinha maisquequerida!

Beijão, Juca do meu coração!

Su

Duzinha,
é tão bom girarmos e girarmos e pararmos no tempo do amor, não é?! O melhor tempo de nossas vidas...

Que bom que vc gostou, Du! Eu te admiro demais e acho que tu escreves maravilhosamente bem e receber um elogio seu assim deixa meu ego bombando!! Obrigadaa!!!

E quem venham mais e mais textos!!

Beijos, irmanzinha linda!!!!

Camila .:εïз

Juca, parabéns por tão bela escolha, viu!
A Su escreve muitooooooo!
Beijos

mariana

Su... seus textos sao sempre lindos.. e esse ficou ainda melhor!!!!!!!!!!!

parabens!!!!

Que outros textos tão lindos iguais a esse venham para a alegria de nossos olhos e mentes, para que caiam em nossos corações como suave brisa de amor.
"São tempestades cravadas num peito que sangra longe e ninguém sente. As minhas solidões só eu entendo, o meu mundo é uma roda-viva indecifrável."
A profundidade de suas palavras são indescitíveis. Lindo isso Suzinha...

Su parabéns minha criança!
Beijos da vovó Rô!

Odele Souza

Um texto muito bonito Juca. Desses que vale muito a pena ler. Parabéns à autora e a você por publicá-lo.

Um abraço.

Nando Damázio

Que lindo isso, sua vida uma grande canção poética... A minha, na verdade, é mais uma canção patética, kkkkkkkk.

Eu não disse que vinha, Susinha? Pois estou aqui, maravilhado com o conjunto de perfeita harmonia que ficou este post, suas palavras encantadoras com a trilha sonora mais que apropriada!
Me deixei levar no embalo desta roda...

Saudades deste povo daqui. Tudo bem, tio Juca?
Adorei a idéia desta coluna.

Beijão, Susinha, arrasou como sempre.
Beijão, Jucão, saudades meu amigão!

Su

Camila, Mari e Odele,
Muito obrigada por todos os elogios e pos terem vindo aqui me prestigiar!!! Fiquei muito feliz com a presença de vcs aqui. Obrigada meeeesmo!!!

Vó,
Minha voinha linda, a senhora sempre me elogiando e me dando força, né?! Isso é tão bom pra mim!! Muito obrigada minha vó linda que eu amo muito!!!
Beijos pra senhora!!!!

Nandinho,
Eu sabia que vc viria!! \o/
A sua vida é sim uma canção poética, tu escreves muito bem e sabe direitinho brincar com as palavras transformando-as em poesias e canções, e é claro, em novelas perfeitas!!!
Obrigada pela sua presença aqui, volte logo, tá?!!
Beijãooo


Juca,
Muito obrigada mais uma vez por ter trazido um texto meu pra cá!! Fiquei feliz de maais.. \o/
Obrigada meeesmo!!!

Beijão pra todos vcs que vieram aqui!!
Obrigada meeesmo...

BEijão, Juca!!!!

Lunna Montez'zinny

Que texto intenso, realmente me fez sentir numa roda gigante indo de encontro a mim mesma. Vou linkar lá no Acqua... Bjs

Su

Lunna,
que bom que vc apareceu!! Olha que é uma honra pra mim receber um elogio seu, hein?!!!
Pode linkar esse blog porque ele é um sucesso!!!
Beijão Lunna!!
Beijão Juca!!!

Jornalista Azarado

Essa menina escreve bem demais! Se cantar como escreve, tem muito futuro!

Esa roda nunca pára... É algo estranho... Apesar de que algumas vezes, parece que, quando estamos em um certo momento, o tempo pára, demora a passar, enquanto em outros casos o tempo voa e a roda parece girar mais rápido...

Su

É, esse mundo é mesmo uma roda viva que gira e gira e muitas vezes nem percebemos como estamos girando... O tempo pára, corre, anda lentamente e isso depende de nós!!

Amigo, obrigada por teer viindooo!!!
Beeeeeijos

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário sobre os serviços da "Lavanderia Virtual". Procurarei respondê-lo o mais rápido possível. Volte sempre! :-)

Abraços,
Juca (o gerente)



 

  ©Template Lavanderia Virtual, Customizado por Juca, baseado em Blogger Addicted.____Icons by DryIcons._____Ping Technorati____