quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Convite II: Blogagem Coletiva "Abre Aspas"

Logo depois de receber o convite da blogagem "Importando Folclore", fiquei sabendo de mais uma blogagem coletiva programada para este mês, só que esta será dia 27 de outubro. Trata-se da "Abre Aspas" e a temática envolve um assunto que toca fundo nosso coração: a poesia.
Blogagem Coletiva "Abre Aspas": 27.10.2008. Participe!!
A blogagem "Abre Aspas" tem a Lunna, do blog Acqua, como sua idealizadora. Segundo ela, basta deixar o coração falar mais alto e postar uma poesia, acrescentando um breve relato sobre o autor, numa espécie de mini biografia.
Bom, já fui lá no blog dela e confirmei minha participação. Afinal, a poesia enche os olhos e alimenta a alma.

Sabe, gente
É tanta coisa pra gente saber:
O que cantar, como andar, aonde ir,
O que dizer, o que calar, a quem querer.

Sabe, gente
É tanta coisa que eu fico sem jeito...
Sou eu sozinho
E esse nó no peito
Já desfeito em lágrimas
Que eu luto pra esconder.

Sabe, gente
Eu sei que no fundo
O problema é só da gente,
É só do coração dizer não
Quando a mente tenta nos levar
Pra casa do sofrer...
E quando escutar um samba-canção,
Assim como eu preciso aprender a ser só,
Reagir e ouvir o coração responder:
Eu preciso aprender a só ser.
(Gilberto Gil)

Nota: Tomando por inspiração o famoso samba-canção Eu Preciso Aprender a Ser Só, de Marcos e Paulo Sérgio Vale, Gil reorienta um sentimento de fracasso amoroso freqüente em certos gêneros da música popular brasileira. Se nesses gêneros a tônica é a solidão, a fossa, o sentimento de perda, de desvalorização do eu, nesta canção a proposta é de recusa ao sofrimento e fortalecimento do ser. Sintetiza esta sugestão a magistral inversão: ao invés de "ser só", "só ser".

Fonte: GÓES, Fred de. Literatura comentada: Gilberto Gil. São Paulo: Abril Educação, 1982, p.49. Obra pertencente ao acervo do editor deste blog.

Achou interessante a temática? Quer participar? Basta clicar aqui (é vapt vupt!!) e dar um pulinho lá no blog da Lunna.

Então, está feito mais este convite. Obrigado!

17 Recado(s). Após o sinal, deixe o seu!:

Carol

Estava aqui lendo a poesia, refletindo no samba, eu amo o samba canção, fiquei ouvindo suas musicas e a imagem de seu coração foi se formando em meu olhar... Como você é lindo! Você é a menina dos olhos de Deus, pede a Ele, implora, chega de brigar com Ele, Deus te ama mesmo com toda essa tempestade em seu coração, tem fé, a do tamanho do grão de mostarda que tudo será resolvido. Por você Deus fará o Céu se mover, a terra estremecer, você esta a sombra do ONIPOTENTE, segue e não desiste Deus vai resolver tudo.
Te amo!
Deus é contigo!!!
+Bj!!!!

Lunna

Oi Juca, bom dia. Grata pela sua participação e pela divulgação da blogagem. Agora vou conhecer o seu blog. Aliás, uma outra coisa que essa blogagem me permite, conhecer novas paisagens que até então ainda não tinha descoberto. Abraços meus...

Su

Gil joga duro mesmo, não é?!
A leveza com que ele escreve, colocando a alma, o coração, a vida... eu qria aprender a escrever poesias e viver de poesias... é muito gostoso!!!
Juquinha, achei linda a sua iniciativa dessa blogagem coletiva, linda mesmo. Porque fala de poesias, de alma, de vida!! Não vou prometer participar pq dia 27 eu programei um outro texto para uma pessoinha mto especial, sabe?! Se eu conseguir fazer poesia e unir o texto a blogagem eu vou ficar mto feliz. Prometo que vou tentar, tá?!!
Beijãaao!!!

Juliana Freitas

belíssima escolha!!!! =D

moca-do-sonho

Pronto, o selo já está lá em casa!!!
Dessa blogagem eu vou adorar participar! \o/

Katia

Que bom que está participando, queria tamb mas no NI fica dificil, tomara que a nana volte, quem sabe ela naum participa?? ja avisou ao Urbano ne,ele tem que ter participação garantida, vai arrasar ^^
bjao juca

Juca

Olá, Carol!

Bom te ver por aqui! Obrigado por tanto carinho! Tenha um maravilhoso final de semana! :-)

Beijos!

Juca

Oi, Lunna!

Eu que agradeço por poder participar da blogagem que, a meu ver, será maravilhosa. Adoro poesias! Então, além disso, a gente ainda pode conhecer novos blogueiros e seus cantinhos! :-)

Volte sempre e fique à vontade!

Beijos!

Juca

Boa-tarde, Su!

O Gil é nota mil! Ele e o Caetano sempre me tocam fundo com suas letras e canções, que pra mim são pura poesia. :-)

Pois é, achei muito legal disseminar a blogagem porque o tema é delicioso e inebriante!

Espero que possa participar, mesmo fazendo um post para aquela pessoinha linda (acho que sei quem é - rsrs) no mesmo dia.

Obrigado, de qualquer forma!
Beijão!

Juca

Ju, obrigado! :-)

------------------------

Du, eu sabia que você e o Urba iriam participar (risos). Nem podiam ficar de fora mesmo! :-)

Obrigado!
\o/
Beijos!

Juca

Pois é, Katia, espero que a Nana possa voltar a tempo. Mas quem sabe possamos postar algo lá para ela?

O Urbano já está sabendo e vai participar! Realmente, ele não pode ficar de fora! rsrs

Beijão!

Carla Beatriz

Juca,

Tem um presente para ti lá no Vai, Carla! Ser Gauche na Vida!

Vai lá conferir!

Beijos

Escolha perfeita Juca!

Perfeito também é participar de ssa blogagem.

Parabéns por estar participando!

Beijos!
Rô!

Juca

Carla, vou lá agora! Mas desde já agradeço a gentileza! Você está mimando demais este menino! rsrs

Beijos! :-)

Juca

Rô, obrigado! Também acho legal participar dessa blogagem! :-)

Beijão!

Amigao

Oi amigão,
Outro dia estava conversando com a Du, eu nunca sei o que comentar quando o post é uma poesia. Eu não sei fazer poesias.E agora entendi uma coisa: A poesia vem lá de dentro, portanto não deve ser comentada mesmo, já que vem lá do interior e ninguém sabe o que se passa de verdade, só a pessoa que escreve.

Agora me deparo com isto:

"Se nesses gêneros a tônica é a solidão, a fossa, o sentimento de perda, de desvalorização do eu, nesta canção a proposta é de recusa ao sofrimento e fortalecimento do ser. Sintetiza esta sugestão a magistral inversão: ao invés de "ser só", "só ser"."

Era exatamente este pensamento que eu procurava para explicar a poesia.

Juca

Fala, Amigão! Bom te ver por aqui! :-)

Sabe Amigão, pra mim, a explicação é aquela que sinto no momento que a leio, ou seja, deixo que meus sentimentos se manifestem em forma de palavras. Se elas serão coerentes com o que o autor quis passar, não sei, mas deixo meu coração 'ditar' as palavras. Bom, é assim que acontece comigo! rsrs

Mas que bom que encontrou uma frase que representa exatamente o que queria dizer, isso facilita bastante. :-)

Abração! Bom domingo!

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário sobre os serviços da "Lavanderia Virtual". Procurarei respondê-lo o mais rápido possível. Volte sempre! :-)

Abraços,
Juca (o gerente)



 

  ©Template Lavanderia Virtual, Customizado por Juca, baseado em Blogger Addicted.____Icons by DryIcons._____Ping Technorati____