segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Blogagem Coletiva "Abre Aspas" II: Tempus Fugit

Blogagem Coletiva "Abre Aspas" II!

Quando vi a chamada pra Blogagem Coletiva "Abre Aspas", não tive dúvida. Fui lá e confirmei imediatamente minha participação. Simplesmente por um motivo: adoro poesias! Não tenho o talento para escrevê-las, mas gosto de apreciá-las, de senti-las, de me transportar e sonhar por alguns instantes!

O autor da poesia que aqui transcrevo foi um achado recente, por obra e graça da minha amiga Camila. Chama-se João Octávio A. Trindade Boaventura.

Poeta João Octávio, blog Doce Língua!               Crédito: João Octávio

Breve perfil (Perfil Completo, clique aqui):

João Octávio era apenas mais um rapaz sem nada que o diferenciasse dos outros: liso, morava com a avó e os tios, gostava de quadrinhos, animação japonesa e informática. Tinha um gato de estimação e nenhuma namorada. Se achava "o cara" mas era tímido pra caralho. Em suma, era um cara chato, de poucos amigos, que na verdade só eram "amigos" para poderem copiar a tarefa de matemática que ele sempre resolvia.

Mas um dia as coisas mudaram. Sua avó, que mais parecia a Tia May do homem-aranha, lhe comprou um computador financiado pelo programa "click com a gente". Ele se inscreveu no IG, que na época prestava. Descobriu o Google e os sites de putaria. Isso o deixou ainda mais introvertido e anti-social.

Então, numa noite bastante típica, as coisas realmente mudaram. (...) Tais leituras, principalmente as que compõem o assim chamado "livro sagrado do cara", fizeram com que ele se tornasse o ser que hoje conhecemos.

Recentemente, publiquei aqui no blog um mini-conto de sua autoria, que fez o maior sucesso entre meus leitores.

Tempus Fugit* (poema sem verbos)

O calor do sol
Os pingos de sorvete na calçada,
na saia e na blusa.

Depois, os raios do luar em seu rosto.
Seus olhos, cor de mel...
Pensamentos mil em minha cabeça...

Recordações.
De Tristeza
Ou de alegria?
Lembranças de uma árvore
e de beijos embaixo dela.
Lembranças de um rio
e de seu corpo molhado.
Desejos...

Então, lembranças da infância.
De brincadeiras inocentes.
Lembranças de nossa amizade.

Por fim, melancolia.
A dor da distância,
embora próxima.

O tempo, cruel tempo.
Início de tudo, fim de todos.

*Nota do autor do blog: Tempo que foge ou Tempo que voa.

Este post faz parte da Blogagem Coletiva "Abre Aspas" II, idealizada pela Lunna, autora do blog Acqua, um instante de inspirações diversas… Dê um pulinho até lá e inebriem-se com as poesias postadas por outros blogueiros, muitos deles poetas inclusive!

44 Recado(s). Após o sinal, deixe o seu!:

Georgia

Oi, nao conhecia nada do autor escolhido por você. Fui lá no mini conto e também acho que aquele conto poderia acontecer com qqr um de nós.

Legal que você escolheu alguém assim para nos apresentar.

Bom dia!!!

Jorge C. Reis

Obrigado pela divulgação. Por vezes não são os mais notáveis que têm a melhor poesia.
Voltarei aqui

Lunna Montez'zinny

Grata por sua participação, não conhecia esse poeta, mais um no dia de hoje que me chega, me abraça e me deixa feliz. Abraços meus e uma excelente semana pra ti...

Parabéns Juca por sua escolha. Já no outro dia quando você publicou o mini-conto, fui conhecer o Espaço de João e me apixonei por seu trabalho.
Assim como você também escolhi um poeta vivo e que participa também do meu meio. e como todos também precisa da nossa divulgação.
Beijos meu querido!
Rô!

Camila

Juca, você nem sabe como fico feliz em ver você mostrando o trabalho do Octávio aqui na sua tão famosa Lavanderia. Ele realmente merece tanto reconhecimento e fico toda orgulhosa (heheheh) de ter intermediado essa afinidade literária.

Lindíssima a blogagem coletiva! Pra próxima, pode me convidar que eu participo, tá? Ainda não participei de nenhuma porque entrei aqui há pouco tempo e não sabia como elas funcionavam.

Beijinhos pra você!!!
E pro Octávio!

Jacinta Dantas

O bom dessa brincadeira é que, além de boa poesia, a gente tem oportunidade de conhecer novos poetas.
Um abraço

Adri

O bacana dessa blogagem é que podemos ver o trabalho de gente consagrada e tambem de gente que vem chegando de mansinho... Bju boa semana ;)

Juca

Oi, Georgia!

Ele é um escritor talentoso mesmo! Eu é que fui "escolhido" para mostrar um pouquinho do seu talento! rsrs

Obrigado pela presença! Tenha um ótimo dia!

Juca

Jorge, você tem toda razão. Quantos ótimos talentos 'perdidos' por aí e que precisam apenas de uma pequena lapidaçãozinha!

Volte mesmo, será uma honra!
Abraços!

Juca

Lunna, eu é que agradeço pelo convite para a blogagem, que é de uma beleza que nos encanta.

Boa semana pra ti também!
Abraços!

Juca

Rô, a literatura, no geral, sempre me fascinou profundamente. Pena que apenas como leitor e apreciador! rsrs

Pois é, lá no blog dele tem tanta coisa boa, tanto sentimento, vivências. Quero mesmo dar preferência a poetas vivos e novatos. Afinal, a vida se renova em todos os sentidos. rsrs

Obrigado pela presença!
Beijão!

Juca

Camila, fiz isso com intenção também de te agradar, como forma de te agradecer por ter trazido o João por aqui. Que seu talento floresça cada vez mais!

Pode deixar que te aviso da próxima blogagem. Qualquer dúvida, pode me perguntar que te ajudo.

Agora me diz uma coisa: de onde você tirou isso que minha Lavanderia é famosa? Ganhei a semana e o mês! rsrs Olha que vou ficar 'me sentindo' hein! rsrs

Beijão! Boa semana!

Juca

Isso mesmo, Jacinta! A blogagem coletiva tem essa característica. Aproxima as pessoas, mesmo que, num primeiro momento, só virtualmente. Além de, neste caso, nos deleitarmos com o trabalho de poetas talentosos.

Obrigado pela presença!
Beijos!

Juca

Tem razão, Adri! Essa 'mistura' do velho com o novo sempre traz ótimos resultados. E nós, leitores, é que somos presenteados com tanta coisa bonita e sensível.

Boa semana também!
Beijos!

Su

Pultz, Juca, qndo vc me falou ontem que ia preparar o seu post eu imaginei que vc ia falar de Drummond, Cecília, Clarice, ou qualquer outro poeta mundialmente conhecido... mas qndo chego aqui me deparo com um poeta bloguisticamente conhecido, fiquei muito feliz!!!
Menino, parabéns, viu?!!
Vc arrasou e o poema dele então, belíssimooo!!

"O tempo, cruel tempo.
Início de tudo, fim de todos."

Beijão, Juca e parabéeens!!!

Jorge C. Reis

Também já coloquei o link.
Um abraço

Juca

Valeu, Jorge!
Abraços!

Juca

Su, você frisou exatamente o trecho do texto que diz tudo, que foi o que me deu uma chacoalhada pra vida. :-)

Pois é, achei que deveria aproveitar a blogagem e mostrar mais um pouco do trabalho dele. :-) Obrigado pelo apoio, sempre!

Beijão!

Glayce

E olha o João aí de novo, geeeente!
Adorei o poema...Só tenho uma palavra para descreve-lo: DOCE!

Tb fiz o meu Abre Aspas!

Beijos, Juca!
Beijos, joão!

Du

Juca, que máximo!!!
Ótima idéia, meu querido ! Como sempre você me surpreendendo com atitudes tão dignas e originais!

Esse cara é bom! Vai fazer muito sucesso, com toda certeza!

Beijos mil!!! \o/

Vanessa

Olá, fiquei muito feliz em conhecer este autor. Aliás estou super feliz em participar desta blogagem coletiva e poder conhecer blogs interessantes como o seu.

abraço

Juca

Oi, Glayce! Pois é, o João foi realmente uma grata surpresa!

Vou passar lá no seu blog agora!

Beijos!

Juca

Obrigado, Duzita! Acho que o João vai adorar ler seu comentário! :-)

Beijão!

Juca

Boa-noite, Vanessa!

Primeiramente, obrigado pela presença! Que bom que a blogagem está sendo uma ótima experiência! O João vai adorar saber que gostou do trabalho dele! :-)

Já que gostou da minha humilde lavanderia virtual, volte sempre que quiser! Fique à vontade! :-)

Abraços!

Flor ♥

Boa noite!

Parabéns pela escolha do poema... não conhecia o poeta em questão, visitei o link do mini conto, obrigada por disponibilizar!

Bjs.
Flor♥

Juca

Boa-noite, Flor!

Obrigado, que bom que gostou! Então, tanta gente boa precisando mostrar seu talento, seja na poesia, no conto etc.

Agradeço pela presença! Volte quando quiser! :-)

Beijos!

Flor ♥

Oi. Publiquei alguns poemas da Roseana Murray, sim, uns 6... Vai lá para conhecer: está logo abaixo da postagem sobre a autora!

Bjs.
Flor ♥

Juca

Voltei lá, Flor! Sorry pela falta de atenção! :-)

Adorei a primeira que li. Depois volto para ler com calma as demais!

Beijos!

dácio jaegger

Legal Juca que tenha trazido João Octavio, que sinceramente eu desconhecia. Mas também sou culpado por ter que trabalhar muito e ter horário muito irregular. Uma blogagem direciona muitos para um "mesmo lugar". Então dá para enriquecer, os miolos. Obrigado. Obrigado também por estar apoiando a Blogagem da Adoção e estar figurando na nossa lista, na linha de frente, para desta Lavanderia sair um excelente texto. Um forte abraço.

Juca

Boa-noite, Dácio!

Que bom que o texto do João Octávio te agradou. Pois é, a blogagem tem esse dom de reunir boas leituras e bons blogueiros. :-)

Eu que agradeço por poder participar da blogagem da adoção. Espero poder corresponder à altura! :-)

Abração!

Elvira

Juca.

Não conhecia esse autor. Muito interessante.

Mais tarde volto para ler o mini-conto.

Elvira

http://evipensieri.wordpress.com/

Du

Juca, bom dia!!!
Respondi teu comentário lá no blog!
Me diz: Pra eu participar da Casa do Poeta tenho que te enviar todos os dados também?

Olha só, eu gostei muito do que você colocou aqui na caixa de comentários:
"Você gostou deste artigo? Feeds RSS: Assine agora!"
Se tiver e quando tiver um tempinho, coloca lá na minha também? rsrsrsrsrs
Desculpe o abuso, tá?

Beijão no coração, meu lindo!

Juca

Olá, Elvira!

Que bom que o trabalho do João Octávio lhe tocou de alguma forma!

Volta sim, o conto é delicioso! :-)

Beijos!

PS: Depois irei ao seu blog!

Juca

Oi, Duzinha!

Já li e já respondi também! \o/

Depois a gente conversa sobre a Casa do Poeta. E colocarei a caixinha do feed sem problema! :-)

Beijos!

omesmo

Olá Juca,

Adorei o poema. Ele ainda é anti-social?

Dia 31 vem chegando, prepare-se para a blogagem coletiva!

"Junte sua mãe, seu cachorro e sua sogra
Traga todo mundo o coro vai comê !"

Grande abraço a todos e estou no aguardo.

Ronaldo - Vida Blog

Juca

Bom-dia, Ronaldo!

Não sei te dizer se ele ainda continua anti-social! Mas não será por muito tempo mais! rsrs

Que venha a blogagem do folclore! \o/

Abração!

Du

Oi Juquinha!!! \o/ \o/

Eu adorei você ter colocado os meus seguidores/sonhadores lá! \o/
Brigaduuuuuuuuuuu!!!

E quanto a cor, eu gostaria que ficasse no mesmo tom dos meus comentários, é possível? Se não, pode ficar assim mesmo!
(Ô mulherzinha incomodativa essa, heim?)
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Beijão, te amoooooooooooooo!!!

Juca

Que bom que gostou, Du! Só a cor que ainda não ficou como você queria, mas o estranho é que uso a cor do seu próprio blog! rsrs

Vamos dar um jeito nisso já! rsrs

Beijão!

Max

Oi Juca,

Que criatividade!!! Adorei o poema sem verbos! :)
Também não tenho muito jeito para escrever poesia, mas gosto de lê-la!

Parabéns ao autor! :D

Beijos e um abraço

Juca

Ficou interessante mesmo, Max, sem os verbos! Acho que dá até mais trabalho ainda! rsrs

Obrigado pela presença!

Bom final de semana!
Beijos e abraços!

João Octávio

Pessoal, desculpem a demora pra aparecer por aqui, mas o trabalho acaba com qualquer um...

Bem, vamos tentar ser rápido: primeiro um grande OBRIGADO ao Juca por publicado mais um texto meu. Daqui a pouco vou começar a achar que realmente escrevo bem... Obrigado também a todo mundo que leu e comentou aqui.

Su: "me deparo com um poeta bloguisticamente conhecido".. de onde? Sei lá, nem me considero blogueiro mesmo... Sou só alguém que vive ocupado com tantas coisas que às vezes resolve escrever pra fugir de suas obrigações... Mas que bom que você gostou da poesia.

Du: "Fazer muito sucesso"?! Deus te ouça, menina...

Glayce: só não esqueça que Charles Perraut já dizia que "quanto mais doce a língua, mais afiados os dentes", mas de toda forma, que bom que gostou. Sim, você ainda está devendo o nome do filme, não?

E quanto aos comentários sobre ser anti-social, não acreditem em tudo que lêem, por favor! Muito menos no que eu costumo escrever. Tipo, olhem a foto, as grades de skol secas, aquele típico sorriso de bêbado no rosto e a blusa da faculdade... Enfim, tava matando aula pra beber com os amigos. Espero que isso responda essa dúvida, que, pelo que vejo, já vem desde o post anterior.

Novamente, obrigado a todos que leram e comentaram algo.

Juca

João, esse corre-corre diário realmente afeta nosso tempo para o lazer. Estamos sempre querendo que o dia tenha mais de 24 horas. :-)

Quanto a agradecer, nem precisava. Foi um prazer publicar seu texto. Agora quanto à história de ser anti-social, de minha parte entendi desde o começo que foi mais uma brincadeira de sua parte! :-) E como você diz, a foto que garimpei - esta aí do post - mostra um cara descontraído e sociável!

Obrigado e parabéns, mais uma vez, pelos textos.

Abraços!

PS: Você faz Direito? :-)

João Octávio

Fiz. Colei grau em março deste ano.

Juca

Legal, João! Parabéns! :-)

Assinar Feed dos Comentários

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário sobre os serviços da "Lavanderia Virtual". Procurarei respondê-lo o mais rápido possível. Volte sempre! :-)

Abraços,
Juca (o gerente)



 

  ©Template Lavanderia Virtual, Customizado por Juca, baseado em Blogger Addicted.____Icons by DryIcons._____Ping Technorati____